segunda-feira, 29 de abril de 2019

Resenha - O Bangâlo - Sarah Jio



Título: O Bangalô
Autora: Sarah Jio
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015           nº de páginas: 320
Sinopse: Verão de 1942. Anne tem tudo que uma garota de sua idade almeja: família e noivo bem-sucedidos. No entanto, ela não se sente feliz com o rumo que sua vida está tomando. Recém formada em enfermagem e vivendo em um mundo devastado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, Anne juntamente com sua melhor amiga, decide se alistar para servir seu país como enfermeira em Bora Bora. Lá ela se depara com outra realidade, uma vida simples e responsabilidades que não estava acostumada. Mas, também, conhece o verdadeiro amor nos braços de Westry, um soldado sensível e carinhoso. O esconderijo de amor de Anne e Westry é um bangalô abandonado, e eles vivem os melhores momentos de suas vidas... até testemunharem um assassinato brutal nos arredores do Bangalô que mudará o rumo desta história. A ilha, de alguma forma, transformara a vida das pessoas, e este livro certamente transformará você. 



Já faz algum tempo que não tenho publicado resenhas por aqui e já estava sentindo falta de faze-las. Vale lembrar que criei um Instagram só pra poder escrever as resenhas que é o @fugindocomlivros e adoraria ter vocês interagindo comigo por lá. Mas vamos para a resenha...

Resenha


Anne é uma senhora idosa que acaba de descobrir pela sua neta que há alguém do Taiti procurando por ela. Muitas coisas aconteceram naquela ilha durante a segunda guerra mundial que sua neta não sabe e juntas as duas irão relembrar essa história que nos faz ficar de boca aberta em certos momentos e também chorar muito. O livro reconta a história de vida de Anne durante o ano que foi enfermeira em Bora Bora. 

Anne Calloway é uma garota recém formada em enfermagem, como vocês puderam ler na sinopse acima, mas ela não está contente com a vida que leva. Sente que há algo a mais para viver e não se sente a vontade quando tocam no assunto do seu casamento com Gerald Godfrey, que é herdeiro de uma fortuna generosa. Sua melhor amiga, Kitty Morgan, nunca teve medo do amor e sempre procurando por paixões que a tirassem de órbita e de certa maneira, Anne esperava encontrar isso em Gerald. 

Com o passar dos dias e do desenrolar da guerra que assolava diversos países, Anne descobre que Kitty, sua melhor amiga, também recém formada em enfermagem, se alistou para servir o país como enfermeira em Bora Bora e partiria no dia seguinte. Então, Anne em busca de dar um tempo para seu coração e vida, decidiu ir junto para Bora Bora no Taiti.

As duas chegam a Bora Bora e verem que a vida é bem mais difícil do que estão acostumadas e irão ter que passar um ano vivendo de maneira simples e com muita coragem, afinal estão em uma zona de guerra com muitos homens feridos chegando diariamente e isso mudará a vida das duas para sempre.

Durante um passeio pela ilha, Anne conhece de forma calma Westry, um soldado bem otimista que acaba se tornando o amor da sua vida em poucos dias. Finalmente ela sente o que sempre quis, a paixão que vem de repente e a tira de órbita fazendo seu mundo parar a cada vez que se encontram ou se olham. Juntos, eles descobrem um Bangalô abandonado por um pintor a décadas e fazem dele seu esconderijo secreto onde passam as horas de folga se amando e planejando uma vida inteira. 

Tudo parece perfeito na leitura mas a verdade é que muitas coisas ruins acontecem durante a estadia de Anne e Kitty na ilha. O Bangalô abandonado traz uma maldição terrível segundo moradores da ilha e além disso um assassinato terrível acontece e Westry e Anne acabam sendo testemunhas disso o que acaba podendo mudar o relacionamento dos dois para sempre. 

Os anos passam e agora, há alguém do Taiti procurando por Anne em busca de melhores informações sobre o assassinato que ocorreu na ilha e agora é a chance que ela tem de poder fazer justiça. Ela e sua neta voltam para o Taiti e descobrem muitas coisas surpreendentes e será que posso dizer que enfim, as pessoas envolvidas nisso terão um final feliz? É o que vocês irão descobrir lendo o livro. Não deixem de ler, é um livro ótimo. Eu nunca tinha me apegado tanto a romances depois que conheci a escrita de Sarah Jio, não é uma leitura chata, te envolve do começo ao fim e faz você ficar dias pensando sobre tudo. 

Sarah Jio é uma autora incrível na minha opinião, as histórias dela são lindas e com muita emoção, digo isso porque chorei muito em "O Bangalô" principalmente no final dessa história cheia de segredos e sentimentos. Adorei o modo como ela desenrolou a história de Anne e Westry e de como fez Kitty ser odiada em alguns momentos pelo leitor. Tenho certeza que todos que leram odiaram Kitty em alguns momentos mas depois no fim, tudo muda.

Por favor, se existir algum filme desse livro me contem nos comentários qual é porque preciso assistir, principalmente porque a história se passa durante a segunda guerra mundial e como sou de humanas, nem preciso dizer nada né? É um ótimo livro para imaginar o que se passava nas zonas de guerra durante essa época. 

"Eu sentia saudades do jeito que ele me acariciava o rosto ou me dava boas-vindas com o jornal da manhã e ovos quentes. Ele devotada sua vida a mim, entregando-me todo o seu coração sem limites, enquanto eu o deixei ter apenas um pedaço do meu. Pois, em meu coração, sempre mantive um compartimento fechado no qual uma chama queimava por outro alguém."


O que vocês acharam dessa resenha? Me contem nos comentários e não esqueçam de seguir no Instagram de livro que é o @fugindocomlivros e o @vitoriaalouisee que é o meu perfil pessoal. 

Leia também:


Resenha - O Dilema - John Grisham 


Resenha - O único para mim - Bia Tomaz





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você pode me contar um pouquinho do que achou do post. Vou amar responder a todos. Beijinhos e um imenso obrigada <3


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©