terça-feira, 16 de abril de 2019

Assisti "O Date perfeito" na Netflix - resenhando filmes

Vamos falar sobre filmes de comédia romântica que a Netflix lança e a minha adolescente interior precisa assistir por questões de que - quero encher um pote de lágrimas - afinal, quem não gosta de um clichê? Atire o primeiro comentário se você odeia.

Recentemente, como todas nós mulheres que adoramos o talentoso e bem abençoado de beleza por Deus, ator Noah Centineo sabemos, a Netflix lançou mais um filme clichê que se chama "O DATE PERFEITO" onde ele, Noah, é tudo o que sempre sonhamos. Na verdade, sem querer dar spoiler, no filme, o personagem interpretado por Noah, que se chama Brooks, cria um app onde se disponibiliza a sair com garotas onde elas escolhem o tipo de pessoa que querem que ele seja e assim ele também ganha uma grana pra entrar na faculdade. Vejam o trailer abaixo.




Resenhando 

Na verdade, posso dizer que não superou "Para todos os garotos que já amei" onde o mesmo ator interpretava Peter Kavinski. Acredito que poderia ter sido melhor na parte do romance porque não teve taaaaaaaaanta emoção mas deixa mensagens super legais de ensinamento para nossas vidas como por exemplo, de que às vezes a felicidade está do nosso lado e não enxergamos ou que não precisamos de coisas grandiosas pra nos encontrarmos em nós mesmos e também, que temos que perder a mania de perder pessoas pra dar o devido valor a elas.

Celia é uma garota bem legal e cheia de atitudes mas não é igual a garotas de escola particular que tem tudo e só esnoba os outros e sim, aquela que quer se ver longe das pessoas desse estilo que estudam na escola dela.

Dessa vez, temos aqui uma troca não tradicional nos filmes clichês. Brooks não é o garoto descolado e na verdade, ele se encanta por uma dessas meninas esnobes do colégio de Célia. Mas o amor estava bem na sua frente e ele só percebeu depois que digamos, quase, perdeu. E podemos dizer isso em relação as amizades dele também, porque começou a ser um pouco egoísta com seu melhor amigo. Embora o filme não tenha deixado isso bem explicado em cenas pelo menos pra mim.

Teve uma parte de drama, apenas. Em que Brooks e Celia combinam o término de namoro durante um baile mas ele leva a sério demais o personagem e ataca ela com palavras nada carinhosas e que ele sabia que machucariam mas aí, no fim, ele acredita que tudo não passou de encenação. Nessa parte, eu fiquei com vontade de dar um tapa na TV. É sério.

Amei a parte em que Brooks entrega a carta de admissão para Célia, quem já assistiu vai entender e talvez, concordar comigo. Apesar de não ter sido tão emocionante igual muitas pessoas teriam gostado se fosse, achei legalzinho e valeu a pena ter assistido. 

Não acredito que terá uma sequência porque não consigo imaginar como seria uma se tivesse. Brooks na faculdade e Celia namorariam a distancia talvez? Digam me, se alguém sabe, qual é o nome do livro em que se inspiraram pra criar esse filme galera, porque eu preciso ler. 



Vem mais por aí


Após, "Para todos os garotos que já amei", ""Sierra Burgess é uma Loser" e "O Date Perfeito" a Netflix ainda vai lançar com Noah Centineo a sequencia de "Para todos os garotos que já amei" que é a adaptação do livro "P.S Ainda amo você" e o nosso lindo Peter Kavinski voltará para as telinhas. O filme ainda não tem previsão de estreia mas aguardamos com toda nossa ansiedade. Quem aí também está ansiando por esse filme deixe seu o/ nos comentários.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você pode me contar um pouquinho do que achou do post. Vou amar responder a todos. Beijinhos e um imenso obrigada <3


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©