quinta-feira, 7 de maio de 2015

A garota que eu deixei pra trás


A garota que eu deixei pra trás costumava sentar na frente do computador, colocar o fone de ouvido e se perder no mundo da internet tentando achar uma maneira de continuar a vida que leva, realizar seus sonhos, e quem sabe até ganhar alguma grana extra.

A garota que eu deixei pra trás queria ter muitos amigos, sair nos finais de semana e apenas conversar sobre assuntos inúteis. Ela não escutava o que os outros tinham a dizer sobre seus erros, não gostava de que a julgassem e odiava sentir-se sozinha. 

A garota que eu deixei pra trás chegou a um ponto em que nada lhe agradava, que nada a surpreendia, que nada parecia ter o mesmo sabor e então ela se fechou dentro de si mesma. Aos poucos, aquela garota que era tão bonita, sonhadora e amiga de todos percebeu que não podia confiar nas pessoas que ela considerava serem - amigos pra todas as horas - porque enfim, não eram. Assim que ela se afundou em um poço cheio de problemas e tristezas ela se viu sozinha, sem ninguém pra ajudar. E então, a garota que eu deixei pra trás ficava se perguntando a cada segundo e minuto que passava: "Onde está todo mundo?" e "Porque fui tão burra a ponto de confiar em tantas pessoas que eu mal conhecia?"

A garota que eu deixei pra trás acabou aprendendo a lutar e ser forte o suficiente pra enfrentar todos os seus problemas e jogar todos eles na lixeira, porque no fim ela percebeu que todo problema é completamente descartável depois que você o resolve. Ela jogou na lixeira seus problemas e junto com eles colocou também quem ela era. Porque é mudando a maneira como agimos e pensamos que podemos mudar nosso caminho.

E a garota que eu deixei pra trás já não existe mais. Ela é uma nova pessoa. Sou eu. E confesso que ainda existe um pouco dessa garota dentro de mim, não em querer ser amiga de todo mundo porque aprendi que não podemos confiar em ninguém que não seja nós mesmos mas em todo dia tentar encontrar maneiras de realizar seus sonhos porque eu ainda continuo sendo sonhadora, só que na medida certa pra não confundir com realidade. Eu ainda continuo sentando na frente do computador, colocando o fone de ouvido e me perdendo em pensamentos. 

A garota que eu deixei pra trás ficou, de fato, lá atrás. Presa em seu quarto junto com seus sentimentos e problemas, porque a partir do momento em que ela abriu a porta pra sair de casa e mudar seu caminho, ela se tornou, eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você pode me contar um pouquinho do que achou do post. Vou amar responder a todos. Beijinhos e um imenso obrigada <3


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©